Publicado por: thiagobass | dezembro 26, 2009

Review clássicos – Final Fantasy X

Final Fantasy é uma série curiosa. Mesmo pertencendo a uma mesma marca, a cada novo jogo consegue inovar com uma história totalmente nova o suficiente para manter a série em andamento. Em sua 10ª versão da pra sentir um ar de renovação no jogo, mas concerteza mantem a essência da série.

O jogo lançado em 2001 para o Playstation 2 tinha gráficos excelentes para sua época, uma trilha sonora genial, com belas canções, Nobuo Uematsu se superou nesse game.

História


A misteriosa força Sin está varrendo todos os continentes do mundo de Final Fantasy X, chamado Spira. Sin é uma forma de vida desconhecida e poderosa que só pode ser detida pelos summoners, ou seja, aqueles que dominam a arte da magia, é nesse ponto que entra a personagem Yuna, uma garota que possui tais habilidades, devido a herança genética de seu pai, o feiticeiro Braska. A partir desse ponto Yuna torna-se a personagem mais importante da trama ao lado de Tidus, um garoto popular no lugar onde vive, ele é um jogador de blitzball, o esporte mais praticado em Final Fantasy X.

Blitzball

Blitzball nada mais é do que um esporte sub-aquático muito praticado em Final Fantasy x. No jogo você joga uma partida obrigatoriamente em Luca, mas seu time é muito ruim. Enfim, nessa partida não faz mau você perder ou ganhar o jogo continua normalmente.

Os jogadores tem seus atributos que podem ser aumentados ao adquirir experiência, quanto mais jogar, mais experiência irá conseguir. Esses atributos determinam as habilidades de passar a bola, furar bareiras, etc. Com o tempo você poderá recrutar novos jogadores para seu time, eu recomendo um bom goleiro como Jumal, em Luca.

Sistema de batalha

O responsável pelo sistema de batalha foi Toshiro Tsuchida, da série Front Mission. Final Fantasy X possibilita um tempo maior para se pensar na estratégia de batalha. Todos os integrantes do grupo podem ser trocados a qualquer momento. E o controle das summons é totalmente do jogador, podendo traze-los a luta quando quiser. Como é de se esperar as animações de quando as summons entram em ação são de encher os olhos de qualquer um.

Sistema de level

A maior mudança de Final Fantasy X é a eliminação dos níveis tradicionais, no lugar estão os Sphere Levels, cada Sphere Level  permite o jogador mover-se através do espaço no grid e usar as esferas ganhas em batalha para ativar os pontos em sua extensão. Uma vez acionados esses pontos concedem melhoramentos de atributos ao personagem utilizado, habilidades, magias ou aumento de HP. Dependendo do ponto.

Considerações finais

Com combates inteligentes, belos gráficos para a sua época, e centenas de horas de jogo, Final Fantasy X é um jogo espetacular!

Nota final: 10

Anúncios

Responses

  1. Final X e Final Fantasy XII > All… flw

  2. Faltou uma consideração qualitativa dos minigames que alguém teria de realizar para ter acesso aos extras do jogo, com a correspondente diminuição da nota.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: